Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Uma gaja esfola-se a trabalhar para provar o que vale, anos a fio. Ganha mal. Ganha elogios, confiança, palmadinhas nas costas, mas guito, 'tá quieto. Uma gaja percebe que deve andar a fazer alguma coisa bem quando, em período de crise, recessão, níveis record de desemprego, recebe ofertas de emprego com maior frequência do que antes (em 7 empregos, 6 foram convites, fora os que foram recusados - 

pelo menos 4, que me lembre). Uma gaja despede-se do emprego "para a vida" em que é efectiva e que metade da população portuguesa estaria desertinha para ter. Uma gaja muda para um emprego onde passará a receber mais 60%. O governo decide aumentar a taxa da segurança social e decide rever a tabela de IRS. Uma gaja vai passar a receber só 45% do ordenado e, na prática, menos 20% do que no emprego anterior.

Fica o relato para, quando eu anunciar que vou emigrar, poderem ser dispensadas as perguntas dos porquês.

2 comentários

Comentar post