Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Queria escrever coisas sensatas, coisas credíveis e cheias da racionalidade que me vai faltando. Mil e um textos começados, mil e uma ideias à deriva. Ia escrever sobre o turismo, sobre o racismo e a caridadezinha. Não consigo escrever nada além de duas frases, nada me sai escorreito, o tema na minha cabeça é sempre o mesmo, em repetição perpétua. Sinto-me presa e isso vai ter de acabar. Se não há quem corte suavemente este limbo, dar-lhe-ei uma machadada, não quero saber se sangra ou não.

Ilustração_Exílio.jpg

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Ventania 17.08.2017 09:15

    Eu escrever escrevo (seria lá capaz de não escrever?), mas não sai do meu jeito cáustico e como idealizo. Se calhar ainda bem! ;-)
  • Sem imagem de perfil

    David Marinho 17.08.2017 19:14

    Eu percebo-te, também sou perfeccionista. Gosto de escrever algo que fique na memória, sempre.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.