Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Sei que digo coisas esquisitas quando ninguém está à espera. Quando o tom de voz se veste de veludo e navega ondulante ao sabor dos pensamentos. É distracção. Normalmente fico sem resposta para além de monossílabos surpresos. Já não sei endereçar as palavras, o único endereço que lhes dava desapareceu. Se calhar estou a perder a noção da realidade. Estarei a enlouquecer para lá dos limites a que o corpo já se tinha habituado. Tenho de me deixar de tiradas literárias em voz alta e deixar de fazer figuras tristes.


2 comentários

Comentar post