Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Nunca perguntaste, nunca quiseste saber, quais são as minhas flores preferidas. Ter-te-ia dito "as vivas". E não seria necessário dizer mais, tu ias imediata e perfeitamente compreender tudo, o como, o porquê. E não seria a resposta que procurarias, tivesses querido saber de mim desses ângulos que só interessam a quem pode querer agradar. E tu dispensavas agradar-me se isso implicasse algum esforço. Soubeste não desde o primeiro momento, mas disse-to logo que se tornou uma certeza. Agradas-me por demais. Ter-me-ias respondido com túlipas. E toda eu um mar de compreensão.


Tivesses conhecido o melhor de mim, saberias. Malmequeres. Brancos.