Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Não tenhas medo. Sei que já foste magoado vezes demais. Tu sabes que eu já fui magoada demais. Sabes que tenho um amor atravessado na garganta e eu sei os fantasmas que te fazem frio nos pés. Não tenhas medo. Estou contigo, agarrada a ti. Se escorregares eu seguro-te. Ou consigo agarrar-te ou caímos os dois. Não vou largar a tua mão. Não vou deixar-te sozinho. Não tenhas medo. O meu amor por ti não tem prazo de validade. Não tenhas medo de dar-te nem de tomar de mim o que ainda não quiseste receber. Nem pressa nem medo de nos viver completamente. Estou aqui, contigo e ficarei.


 


 



 


 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.