Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

A Papoila gosta de avelãs e eu também. Mas enviei-lhe rabanadas com calda, que já não tenho avelãs. As últimas que comi foram oferecidas por um desconhecido que nunca me viu, apanhadas pelas suas mãos. Dizem-me que é um moço estranho, psicótico e que só come carne de porco. Esteve muito perto de encontrar compreensão num ombro ainda mais psicótico, mas feito essencialmente de carnes brancas, peixe e marisco. Só porque gosto muito do nome dele, e de avelãs. O que me traz de volta à Papoila, que para além de gostar de avelãs ofereceu-me o melhor postal do mundo e mandou-me passear, que como sabem, é a melhor prenda do mundo. E para onde me mandou a Papoila? Para a terra do psicótico das avelãs, onde foi criado por uma loba, ele e o gémeo. O Universo está constantemente a enfiar-nos mensagens pelos olhos dentro. Eu é que tenho pouco jeito para decifrá-las.


A Papoila teve uma sorte do canário e neste mega-evento de troca de postais de Natal, calhou-lhe a mentora, Grande Ursa Pólo Norte. Que goste de avelãs, rabanadas e carne de porco, ou não, rules!


 


 



 


 

1 comentário

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.