Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Acho que estou severamente doente, devo estar para quinar em breve. Não tenho a mínima vontade de escrever (algo de jeito). Aliás, de coisa nenhuma. Não é só a preguicite que me leva a estender a roupa em suaves prestações, a arrumar as coisas em câmara lenta, a dormir semi-vestida, a não fazer a cama há já nem me lembro quantos dias. Não é só o cansaço de andar imersa em trabalho e a seguir ainda encontrar planos para demorar o regresso a casa. É um torpor de espírito, sei lá, que nem deixa os olhos descansarem numa tv, nem responder a e-mails, nem regar as plantas. Tudo, até respirar, parece ser um esforço sobrenatural.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.