Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Porque não posso mais ouvir falar na “polémica” da geração sem remuneração: ele é nas notícias, nos blogs, nos círculos de amigos. Porque as generalizações nunca foram nem serão a verdade absoluta. Porque a resignação só pode ser a última opção, mas o síndrome de Kalimero também nunca ajudou ninguém a crescer.


Porque hoje dizia que “as oportunidades não caem do céu, é preciso fazê-las acontecer e ir atrás delas!” e tenho de ser consequente...


 


Jovem portuguesa,


com formação superior na área das Ciências da Vida (licenciatura e mestrado, pré-bolonha),


frequência no presente de licenciatura em área de Línguas e Literatura,


desempenho académico (sempre) no quartil superior,


polivalente,


multidisciplnar,


culta,


tolerante,


sem medo de trabalhar,


com intelecto acima da média e claramente imodesta,


porém, humilde,


facilidade no trato,


criativa e pragmática,


altamente organizada,


dotada de grande espírito crítico


e vontade de aprender sempre mais,


metódica e rigorosa em todas as tarefas a que se propõe,


experiência em investigação científica,


em ensino superior,


em gestão empresarial,


em negociação,


em cobranças de alto valor,


em gestão de reclamações,


em análise de dados,


na produção de relatórios técnicos,


com elevada aptidão para a expressão escrita,


para as artes gráficas – fotografia, desenho e pintura,


e para optimização de processos,


orientada para o cliente e para objectivos,


“movida a desafios”,


team-player e autónoma,


com atenção “às árvores”, sem perder noção da “floresta”,


inglês fluente (oral e escrito),


castelhano e francês médios,


alemão rudimentar,


utilizador avançado de Microsoft Excel, Word, PowerPoint, Access, Visio, Publisher, Internet Explorer, SAP, AutoCAD e afins,


com grande facilidade na aprendizagem de novas ferramentas,


carta de condução de ligeiros,


dotes culinários e domésticos,


gosto particular por viagens e intercâmbios culturais,


 


procura emprego (ou trabalho honesto*) na cidade de Lisboa, arredores ou margem Sul do Tejo,


em qualquer área onde a sua colaboração seja valorizada,


com remuneração acima dos quatro dígitos mensais e vínculo contratual,


onde o seu contributo seja benvindo e apreciado,


onde os direitos e os deveres sejam aplicados com a mesma justiça,


onde a evolução profissional seja estimulada.


 


*ou um mecenas, também pode ser um mecenas. Ou o 1º prémio dum euromilhões.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.