Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Eu adoro couve-flor! Em sopa, cozida, assada no forno com especiarias "fortes" (caril, por exemplo), e ainda desta nova forma que descobri com a mudança para a vida "paleo": como se de arroz se tratasse, para um excelente acompanhamento para qualquer tipo de pratos.


Separar os floretes e folhas externas da couve-flor (a maior parte das pessoas não aproveita mas eu recuso-me a desperdiçar as folhas e talos se estão em boas condições) e lavar. Ir picando numa picadora ou processador até ficar com uma textura que faz lembrar arroz.


Numa frigideira ou num wok, aquecer um fio de azeite. Colocar um alho esmagado ou picado, a couve-flor, sal, pimenta acabada de moer e os temperos que mais gostarem (eu normalmente uso gengibre em pó, cominhos e um pouquinho de piri-piri). Saltear uns minutos e usar como acompanhamento ou base de uma óptima refeição saudável. Algumas sugestões: "empadão de arroz" e atum, com carne picada, com mais legumes e ovo mexido tipo "arroz xau-xau", num risotto de gambas ou cogumelos...


  

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.