Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Desconhecia este projecto e graças à ursa Pólo Norte acabei de descobri-lo. E em que boa hora! Andavam os senhores progenitores de Ventania a falar em como se desfazer duns itens domésticos que, já não lhes tendo utilidade, estão funcionais e em bom estado. E Ventania, ambientalista-e-grande-opositora-de-todo-o-desperdício que é, comprometeu-se a arranjar uma solução, nem que isso implicasse espremer tudo dentro da sua arrecadação (cuja vocação, como não sabem mas até podem saber, é a de guardar calçado de inverno no verão e vice-versa, cavaletes, telas e material de pintura, alguns mantimentos e, sobretudo, alojar uma pequena garrafeira com aspirações a ser um dia um pequeno tesouro vinícola). Pois que o problema se afigura resolvido, com ênfase nos dois primeiros dos três R (de Reduzir e Reutilizar), e ajudando quem mais precisa: instituições de solidariedade social. Isto como uma alternativa a doações de proximidade. Se têm amigos, conhecidos, vizinhos, que tenham falta de alguma coisa que tenham a mais, por favor, não deitem fora. Passem por cima dos preconceitos, e ofereçam, certificando-se que os itens doados não são a seguir postos num latão de lixo. E vice-versa! Se precisamos de alguma coisa que alguém conhecido tem e quer oferecer ou deitar fora, é aceitar! Dá-se nova vida a qualquer coisa, e poupa-se uns trocos que fazem falta a todos (especialmente em alturas de vacas magras como a que atravessamos - há anos, aliás). Afinal, a ‘caridade’ começa em casa.

P.S. – Não, não é demagogia. Contam-se nos palácios presentes e passados desta que vos escreve dois televisores, copos de vinho, um quarto, um colchão, uma fruteira, quatro mesas, uma secretária, uma cadeira giratória… Tudo usado, e aproveitado sem pudores. E foram doados a amigos e desconhecidos outro quarto, um forno, um esquentador, varões para cortinados, torres de CDs, infindáveis quantidades de roupas, calçado, etc. e tal.

4 comentários

Comentar post