Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Final do dia. Apanho o meu terceiro transporte público da viagem de regresso a casa. Ao longe vejo que estão três pessoas a distribuir panfletos perto da saída, seguramente de campanha eleitoral. Parecem-me os senhores do Partido dos Reformados e Pensionistas (PURP) - "Outra vez?! Será que ainda têm o e-mail do hotmail como e-mail oficial do partido?", vou interrogando para com os meus botões. Não são. Entregam-me um folheto que olho com curiosidade. "Ah, ainda não tinha este cromo na caderneta!" É do PDR.

 

Até aqui tudo bem. (Bem mal, mas isso agora não vem ao caso.) Foi quando me aproximei da carrinha de apoio com os megafones que a coisa descambou. Era esta a música de campanha que fluía da carrinha com os cartazes do Marinho E Pinto (de onde veio o "E", caramba?!):

 

 

 

 

Juro! Isto é real, isto é Portugal, isto é a campanha eleitoral! 2015, senhores!

 

(Peço desculpa às pessoas que seguiam à minha frente a quem assustei com os guinchos, mas eram risos abafados que não aguentei conter.)

1 comentário

Comentar post