Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

As amigas maduras (leia-se, com o dobro da minha idade e o triplo da experiência) asseguram: as paixões vão e vêm, no início a novidade tem muita piada e tendemos a deslumbrar-nos nas diferenças. A emoção da descoberta, entrar no mundo do outro, tão oposto do nosso, é excitante, é quase irresistível. Mas finda a surpresa, não havendo nada que nos una, sobram só as memórias de bons tempos e um futuro encarado com enfado. Esse é o princípio do fim. Asseguram, a paixão não chega para alimentar o coração a longo prazo. Um amor para a vida constrói-se de confiança e cumplicidade. Asseguram, companheiros ideais são os que partilham gostos e objectivos, os que encaram a vida com o mesmo espírito, os que caminham lado a lado nos silêncios e na euforia. Descrevem, com minúcia e espantosa precisão, o que eu encontrarei um dia e nunca mais vou largar, dizem. Sem o saberem, descrevem-no a ele.


2 comentários

Comentar post