Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Uma coisa que me indigna (também tenho direito, ‘tá?!) é quando se cumprimenta cordialmente alguém, com um corriqueiro – mas essencial – “Bom dia!” ou “Boa tarde!” e não se obtém resposta alguma. Deve ser mau-feitio meu e as pessoas são só duras de ouvido ou distraídas.

 

Já quando isto é prática repetida sem excepções, tira-me realmente do sério!

 

Como para mim é uma questão da mais básica educação, mantenho a minha postura e faço questão de continuar a dizê-lo de forma inequivocamente audível (nas primeiras 15 vezes ainda penso que sou eu que estou a falar baixo demais, o que é normal em mim) a estas pessoas muito concentradas ou atarefadas demais para cumprimentar os outros seres humanos. Nos dias em que estou particularmente atravessada repito, quase aos berros “BOM DIA!!!”. Temo que um dia perca noção de onde estou e dê uma cabeçada a alguém. Hoje ainda não foi o dia… mas quase!

1b0c0cc42bbe9a51f514e253f8ac2dd3.jpg

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.