Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Cá em casa somos ambos filhos de pais maoístas (actualmente ex-maoístas, ao que parece) e, ao longo do tempo, fomos descobrindo uma série de coincidências entre os dois, que podem bem ser apenas coincidências engraçadas, mas que gostamos de insinuar que têm relação com a militância clandestina no MRPP.



  • a fase macrobiótica; estranho é como, sendo sensivelmente da mesma idade e tendo frequentado essa meca da alimentação macrobiótica que é a Espiral mais ou menos nos mesmos anos, não se tivessem cruzado antes.

  • ultra-esquisitice na escolha de um lugar de estacionamento; ora porque é apertado, porque é largo demais, porque é longe, porque é mal iluminado, porque é entre dois carros, porque não é entre dois carros, porque fica ao sol, porque tem uma árvore... nunca há urgência ou pressa que justifique estacionar no primeiro lugar que aparece. Nem no segundo.

  • Falando em carros, esta nossa malta da "geração MRPP" parece ter uma particular apetência por automóveis Nissan (apesar do meu pai estar a "ganhar" 3-1.

  • resposta a SMS nossas, sejam curtas ou longas, elaboradas ou só a perguntar qualquer coisa, com "OK". Só isto. Nós perguntamos A ou B, a resposta é, invariavelmente, "OK".

  • terem começado a fumar (cigarros e cachimbo) na fase da clandestinidade e terem deixado definitivamente já bastante "crescidos". Poderá ter relação com a imagem quase mitológica do jovem revolucionário rebelde e erudito, suspeito...

  • ambos não curtem, nem à lei da bala, o seu antigo camarada Durão Barroso (não vou citar as opiniões por uma questão de decoro).


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.