Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Sou só eu que acho que uma sociedade que celebra e regozija com a morte dum ser humano (assassino de muitos inocentes, sim, não questiono) é uma sociedade pervertida, em que todos os valores morais de justiça e liberdade caíram em parte incerta? Não se vinga assassínios com mais mortes, dizem os sistemas penais ocidentais. Curioso que sejam esses mesmos "valores ocidentais" que repudiam outras formas de encarar a justiça e liberdade, que se creiam legitimados para acções deste cariz. Dizia aqui no outro dia sobre a vingança: “An eye for an eye, makes the whole world blind.”


 


Muito triste. Fico muito triste quando páro para reflectir sobre este mundo, o único que temos. Não consigo quantificar as doses de revolta, pena e tristeza que trago comigo. Há dias em que me sinto realmente um E.T. nesta terra.


Se calhar o melhor mesmo é seguir sem parar, comprar uns sapatos, deliberar sobre o casório da Cátia Meio-Tom com o Wills e deixar de questionar o que quer que seja. Puta de vida.

1 comentário

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.