Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

é abrir a caixa de correio, ver entre a publicidade um envelope branco, sem nada escrito por fora, aberto, com uma folha lá dentro, e pensar que era uma resposta, um sinal, um gesto qualquer, entre raiva e perdão. É subir as escadas com o coração nas mãos a pensar o que dirá. A imaginar a mão que terá deitado aquele envelope na minha caixa de correio e o que dirão as entrelinhas.


Ingenuidade é esperar uma reacção, uma emoção, de onde se sabe que está instalado o vazio, o silêncio, a ausência.


Eu, ingénua, me acuso. Ainda acredito. Vou sempre acreditar, e digo sempre com mais força que nunca.


 


 



 


 


 


(Era um anúncio duma senhora desempregada, a disponibilizar-se para fazer limpezas, engomar e o que mais signifique fazer pela vida.)

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.