Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

As palavras, parcas, todas a serem encaminhadas para uma outra empreitada. As forças, insuficientes para o vigor que é exigido, por tudo e todos, em todos os campos. Disponibilidades perto de nulas, mesmo para as pessoas importantes, e isso incomoda(-me). Luta entre prioridades e a impossibilidade de abrir mão dos objectivos, porque ser casmurra e ambiciosa implica querer tudo e ao mesmo tempo. Alguma ansiedade pelo que aí vem, porque há no ar um cheiro de mudanças; porque já pressenti algo assim, e a realidade complicou-se. Porque o que eu queria mesmo mesmo é tão simples que se torna inatingível. A coberta de aço que me protege deixa vulnerabilidades destapadas.

002222.jpg

Continua a faltar qualquer coisa.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.