Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Há muito boa gente que depois da separação continua a usar a anilha aliança. As motivações, temos duas à escolha, consoante estejamos numa de cinismo e descrença no amor - sentimento de culpa pela merda que se fez - ou numa nuvem cor-de-rosa onde a paixão cega - o amor não morreu.


 


Descendo à terra, convenhamos... Toda a gente ama e toda a gente erra, não me venham com merdas. Nem há pessoas incapazes de amar, nem há príncipes e princesas encantados que sejam um modelo de virtude e rectidão sempre e em tudo. Nem há um herói e um vilão em cada relação que falha. Dentro da casa (e da cabeça, e do coração) de cada um, mais ninguém sabe o que se passa. Uns são mais resistentes, outros esforçam-se menos, cada um é como cada qual, mas nada disso significa que não haja amor de ambos os lados, ou até que o amor não persista depois do fim do casamento. Eu continuo a acreditar, e com cada vez mais certezas, que o Amor, quando é mesmo Amor, nunca morre, ponto. "Till death do us part", com ou sem alianças.


 



 


Portanto vamos tentar não julgar os outros sem conhecimento de causa, sim?