Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Contra tudo, contra todos, nem lei nem matemática. Lá me colocaste numa posição inédita. Os sinais a revelarem-se, três. Admiro essa resistência confiante. Tu, de peito aberto; eu, armada até aos dentes. E nunca me deixaste cair o sorriso.


 


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.