Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem
O vento não tem cor. O vento tem rumo? O vento eleva-se e detém-se, arrefece e conforta a solidão de quem está nu no vazio, acaricia as peles macias e tenras, as crispadas e atropeladas por rugas de estórias antigas.

O vento passou por aqui. Levantou-me as asas e agora sei voar.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.