Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Diz-me, sou o teu segredo? Falas em mim ou guardas todas as memórias num sítio escondido, só teu? Vais lembrar-te de mim amanhã? Quando dormes sozinho recordas as nossas noites?


Se falas de mim o que dizes? Contas as palavras que te digo e te escrevo, contas os olhares, tens como explicar ou descreves apenas a versão narrativa sem sal? Pensas em mim quando estás longe ou limitas-te a evitar-me quando estás ao virar da esquina?


Fui alguma vez alguém com quem quiseste ser “algo mais que amigo”? O que te cruzou o pensamento em cada um dos momentos, o que te fez mudar de ideias de cada uma das mil vezes?


Que verdades aceitaste e em que mentiras embarcaste?


Sentes a minha falta como eu sinto a tua? A minha ausência dói-te, ao menos um bocadinho?


Sabes o quanto eu gosto de ti? Sabes o que é gostar assim? Quem te abraça quando te calas e deixas falar o fantasma que carregas no peito?


Quanto tempo mais vais demorar?



Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.