Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

Porque as minhas são muitas e ainda andam aos trambolhões, sem o vagar de se sentarem, respirar fundo, alinhar num sentido imaginário que sabemos que não vai fazer sentido. E porque insisto em ser advogada do diabo, a favor e contra mim, em simultâneo e em alternância...


 


Vão ver...


 


"... e quando é amor damos tudo, e quando damos tudo, resta-nos nada, e é com esse nada que temos de continuar..."

 

"O amor, os sentimentos, são incêndios descontrolados com que as pessoas gostam de brincar, reduzidos á dimensão de fósforos..."

 



6 comentários

Comentar post