Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

Ventania

Na margem certa da vida, a esquerda.

origem

De entre as coisas mais estúpidas que o ser humano pode sentir deve estar a saudade por antecipação. Sobretudo quando a saudade não faz sentido, porque na prática a distância sempre existiu, geograficamente ou de outra forma. Mas a distância é também um factor psicológico de peso, saber que se precisarmos um do outro de repente, de um abraço (sou só eu que preciso, bem sei) ou de ajuda para carregar um peso, figurado ou não, não é fácil ou rápido combinar na estação onde sempre nos desencontramos, beber uma cerveja a acompanhar aquelas discussões em que ninguém diz nada de novo.
Fazes-me falta. Não há mistério, ambos sabemos que em breve vais esquecer-te de mim, vai chegar o dia em que não trocamos uma palavra ou piadola e esse dia vai passar a semanas e meses. Eu vou continuar a fingir que tenho uma vida preenchida e imensas outras fontes de conversas estimulantes (tenho, mas não chegam perto das nossas conversas), a procurar os dejà vus que me lembrem das ilusões com o teu nome, a projectar bocadinhos de quem podia ser contigo no que sou com os outros.
Tenho saudades tuas. Só te conheço desde sempre há uns meses e queria não ter perdido um instante. Sei que não irei contigo, mas tu não sabes que vens sempre comigo. Fazes-me falta, já disse?

tumblr_nulvo0E6Uf1qz6f9yo2_500.jpg

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.